Táxi Especial: Cícero Lucena sanciona Lei que regulamenta serviço de transporte de pequenas cargas e passageiros em João Pessoa

Táxi Especial: Cícero Lucena sanciona Lei que regulamenta serviço de transporte de pequenas cargas e passageiros em João Pessoa

Por Edmilson Pereira - em 27 segundos atrás 2

Em solenidade realizada na tarde, desta segunda-feira (13), no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, o prefeito Cícero Lucena (Progressista) sancionou, ontem, projeto de Lei que regulamenta o serviço de transporte de pequenas cargas e passageiros, denominado Táxi Especial.

Atendendo a uma a uma reivindicação da Associação dos Taxistas, prefeito Cícero explicou que a lei sancionada vai permitir que  taxistas, que têm a concessão da licença, possam agora também operar com pequenas caminhonetas para ajudar e ampliar a sua renda e também dar a oportunidade ao passageiro que tenha pequenos volumes a serem transportados de forma segura.

A Lei é de autoria da vereadora Eliza Virgínia. “Faz um tempo que os taxistas viram isso em outros municípios e eles sempre recebem encomendas para ir buscar uma coisa maior, pegar uma feira, de repente ir para o aeroporto trazer mais malas, e às vezes os carros pequenos não dão. Essa oportunidade de usar carros utilitários para ser táxis, eles vão sair de uma clandestinidade, se tivesse ocorrendo, para ser oficial. Graças a Deus que Cícero Lucena, com a sua sensibilidade, sancionou essa lei”, agradeceu a vereadora.

De acordo com o texto, o serviço Táxi Especial será prestado com observância ao artigo 109, do Código de Trânsito Brasileiro e das Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Fica estabelecido que os taxistas permissionários que desejem aderir ao Táxi Especial poderão fazê-lo mediante a troca de seu veículo por um veículo do tipo ‘picape ou caminhonete’, que atenda às especificações e regras definidas na nova norma, com as seguintes especificações: peso máximo de duas toneladas, cor branca, cabine dupla, quatro portas, potência do motor no máximo 2.0, dispondo de ar- condicionado, com tempo de uso de no máximo cinco anos, combustível flex (álcool e gasolina), categoria de aluguel, com capacidade máxima para transportar até cinco passageiros sentados, incluindo o condutor, conforme especificação do respectivo fabricante.

Para Flaviano Oliveira, que representa a Associação dos Taxistas da Paraíba, os taxistas que se adequarem a essa modalidade de transporte poderão ter um acréscimo entre 20% e 30% na renda. “Podendo pegar as corridinhas, pegando ali uma cadeirinha de roda, uma bicicleta ou até um pouco de bagagem para seu cliente, onde a nossa categoria, nossos taxistas de João Pessoa estão muito felizes com esse projeto sancionado pelo prefeito Cícero Lucena”, comemorou.

Foto: Sergio Lucena/Secom-JP