Perícia da PC confirma que corpos decapitados e com as mãos amarradas encontrados em Bayeux são de jovens desaparecidos

Perícia da PC confirma que corpos decapitados e com as mãos amarradas encontrados em Bayeux são de jovens desaparecidos

Por Edmilson Pereira - em 39 segundos atrás 2

Análise das impressões digitais realizada pelos papiloscopistas Carlo Viegas e Carlos Renan e divulgadas no final da tarde desta terça-feira (09), confirmou a identidade dos corpos encontrados na manhã  hoje, no município de Bayeux, região metropolitana de João Pessoa.

Trata-se de Renan Douglas Silva Xavier, de 16 anos, e Wendes de Caldas Silva, de 25 anos, que foram localizados amarrados e decapitados, enterrados em uma cova rasa na Mata do Xém-Xém. Os jovens estavam desaparecidos desde a última quinta-feira (4).

A confirmação da identidade dos corpos foi possível devido ao trabalho meticuloso dos especialistas, considerando o estado avançado de decomposição.

O desaparecimento dos jovens foi registrado pela família na sexta-feira (5). Na segunda (8), um protesto realizado por familiares cobrava respostas sobre o caso. Hoje (9), uma nova manifestação pedia justiça pela morte da dupla. A Polícia Civil continua a investigação para esclarecer as circunstâncias do crime e identificar os responsáveis.

Os corpos dos dois jovens foram encontrados enterrados em covas rasas e com os corpos decapitados e as mãos amarradas.

Os jovens moravam no Jardim Veneza, em João Pessoa, estavam desaparecidos desde o último dia 4 de julho, após saírem de uma sucata em Imaculada, em Bayeux, e não serem mais vistos.

Foto: Arquivo pessoal