João Pessoa sedia encontro de representantes das Cidades Criativas da Unesco no Brasil para discutir intercâmbio de conhecimentos

João Pessoa sedia encontro de representantes das Cidades Criativas da Unesco no Brasil para discutir intercâmbio de conhecimentos

Por Elison Silva - em 12 meses atrás 266

A cidade de João Pessoa recebe, nesta sexta-feira (17), representantes das Cidades Criativas da Unesco no Brasil. O encontro, que foi aberto pelo prefeito Cícero Lucena, ocorre durante todo o dia na Casa Fiep, no Cabo Branco, e pretende promover um intercâmbio de conhecimentos entre os municípios.

  • “É muito bom este intercâmbio, pois é um encontro multiplicador. Estamos avançando no respeito à cultura e a arte e também utilizando isso para a geração de emprego e renda. Teremos outro encontro em Portugal no mês de abril, com a coincidência do Smart Cities, tudo isso convergindo para melhorar a qualidade de vida das pessoas, afirmou o prefeito Cícero Lucena.

Cícero esteve acompanhado da primeira-dama Lauremília Lucena que presenteou cada delegação com uma peça do artesanato da Capital, vista que João Pessoa é a única cidade criativa da Unesco dentro do segmento do artesanato no Brasil.

Atualmente 12 municípios brasileiros possuem o título de Cidade Criativa da Unesco. Oito deles enviaram representantes: Belém (PA), Belo Horizonte (MG) e Florianópolis (SC), cidades criativas na gastronomia; Fortaleza (CE), no design; Santos (SP), no cinema; Recife (PE), na música; e Campina Grande (PB), nas artes midiáticas. As cidades de Sobral e Aquíres, do Ceará, e Penedo, de Alagoas, participaram do encontro por estarem em processo de candidatura.

A diretora de Economia Criativa da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Mariane Góes, explicou que o encontro tem como objetivo o compartilhamento de experiências. “A intenção é fazer uma cooperação técnica e trocar as melhores práticas. Mesmo que as cidades representem campos diferentes, é muito importante esta transversalidade para que cresçamos em outros segmentos”, explicou.

Fonte: Secom/JP

Foto: Divulgação