Seis nomes estão no páreo para assumir o Ministério Público Federal, em indicação do presidente Bolsonaro

Por Edmilson Pereira - em 1 semana atrás 265

O presidente Jair Bolsonaro continua estudando a escolha do sucessor de Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República (PGR). Na última sexta-feira (9/8), Bolsonaro recebeu, no Palácio da Alvorada, o ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Embora não tenha sido enfático, admitiu se aconselhar com o ministro, mas negou que anunciará o nome até segunda-feira. “Talvez passemos para a sexta-feira que vem. É uma escolha muito importante. É igual casar na vida. Já escolheu alguém para casar?”, questionou.

Bolsonaro disse haver dezenas de candidatos ao posto. “Temos 80 no páreo”, exagerou. Ele não admitiu, mas aliados acreditam que o adiamento do anúncio tem correlação com os ataques sofridos pelo subprocurador Augusto Aras, até agora o mais cotado.

Ele tem sido alvo de apoiadores de Bolsonaro nas redes sociais e de alguns aliados do presidente no Congresso. Esse grupo julga que Aras, por declarações em um passado recente, tem alinhamento com pautas da esquerda.

No entanto, Bolsonaro tem afirmado a pessoas próximas que “olha para frente, não para trás”, sugerindo estar propenso a avaliar o posicionamento atual de Aras.