Tião Gomes propõe nome do deputado Simão Almeida ao Núcleo de Educação de Jovens e Adultos do Ensino Médio em João Pessoa

Por Edmilson Pereira - em 2 semanas atrás 31

O deputado estadual Tião Gomes (Avante)  formalizou, nesta segunda-feira (10), na Assembleia Legislativa do Estado uma propositura de Projeto de Lei denominando de deputado estadual Simão Almeida, o  Núcleo de Educação de Jovens e Adultos do Ensino Médio, que funciona na Cidade Universitária, em João Pessoa.

Simão Almeida foi deputado estadual no período de fevereiro de 1991 a janeiro de 1996, pelo PC do B, e faleceu na manhã da quarta-feira (29) de dezembro de 2021,  no hospital da Unimed JP, em João Pessoa,  por complicações de  Covid-19.

Antes do final de ano, a família do ex-deputado estadual Simão de Almeida Neto e seus amigos e amigas foram pegos de surpresa com o seu falecimento vítima do COVID-19. Autoridades de todas as correntes políticas manifestaram seus sentimentos e votos de solidariedade à sua família.

Quando jovem, Simão Almeida lutava pelos direitos dos estudantes e contra a ditadura civil militar e foi severamente perseguido pelo regime autoritário, como outras dezenas de milhares de líderes estudantis, principalmente depois do Ato Institucional nº 5, de 13 de dezembro de 1968, assinado pelo presidente ditador Costa e Silva. Em fevereiro do ano seguinte, 1969, Simão foi a proibido definitivamente de estudar na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), não conseguindo colar grau como engenheiro eletricista.

Muitos estudantes perseguidos, não tendo como estudar ou trabalhar em seus estados, ingressaram na clandestinidade com nomes fictícios como única forma de sobreviver ao regime militar. Nosso amigo Simão Almeida teve que fugir para Recife em companhia da sua esposa, Ana Rita de Castro Almeida, que estava grávida de oito meses. No dia 26 de fevereiro, a polícia invade a casa onde eles estavam residindo com companheiros da organização Ação Popular e prendem a esposa de Simão e outros, tendo que fazer o parto enquanto estava detida.

Simão Almeida, que não foi preso por ter sido avisado por um vizinho, partiu para viver na clandestinidade, juntamente com sua esposa e filha, por longos onze anos até a anistia política de 1979, quando retornou à Paraíba no ano seguinte para assumir a sua cidadania e os seus direitos políticos suspensos por duas condenações na justiça militar.

Na Paraíba, desde a década de 80, Simão Almeida atuou no movimento sindical, como engenheiro e presidente da Associação dos Funcionários da Universidade Federal da Paraíba em Campina Grande, dirigiu o Partido Comunista do Brasil por mais de três décadas, período da clandestinidade e legalidade depois de 1985, ocupou de cargos na administração pública municipal de João Pessoa e na administração pública estadual, ocupando o cargo de presidente da Junta Comercial do Estado da Paraíba (JUCEP), quando faleceu.

Deixei por último para falar sobre o Simão Almeida que conheci como deputado estadual, quando assumimos nossos mandatos, em 1991, nesta Assembleia Legislativa da Paraíba. Tive o privilégio de assistir um dos maiores oradores que ocupou a tribuna desta Casa. Ele sabia falar sobre todos os assuntos, aparteava os discursos dos colegas com elegância, concordando ou não com eles.

Simão Almeida trazia para a Casa de Epitácio Pessoa a liderança que tinha nos movimentos sociais, a coragem de um comunista que enfrentou a ditadura militar, a sabedoria para manter a amizade com seus colegas de parlamento, a postura para ser respeitado pelos poderosos da Paraíba, quando ele defendia os direitos de um pobre canavieiro ou favelado. Testemunho, sem medo de errar, Simão foi um dos mais completos parlamentares que passaram nesses últimos 30 anos pela Assembleia Legislativa da Paraíba.

São esses os argumentos que justificam a apresentação e aprovação deste Projeto de Lei denomina de Núcleo de Educação de Jovens e Adultos do Ensino Médio Deputado Simão Almeida, o atual estabelecimento de ensino em funcionamento na Cidade Universitária, em João Pessoa, cabendo a Secretaria de Estado da Educação, da Ciência e Tecnologia da Paraíba tomar todas as providências legais para realizar a troca da denominação a que se refere esta Lei

TIÃO GOMES

Deputado Estadual