Técnicos da Prefeitura de João Pessoa, UFPB e UPE fazem nova visita técnica às obras de estabilização da falésia na Barreira do Cabo Branco

Técnicos da Prefeitura de João Pessoa, UFPB e UPE fazem nova visita técnica às obras de estabilização da falésia na Barreira do Cabo Branco

Por Elison Silva - em 2 semanas atrás 65

Dando continuidade aos estudos para recuperação da Barreira do Cabo Branco, técnicos da Prefeitura de João Pessoa, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e da Universidade de Pernambuco (UPE), realizaram, nesta quinta-feira (16), uma nova visita técnica ao local para detalhar diretrizes para o início das obras de estabilização da falésia que sofre com a erosão ao longo dos anos.

O secretário de Infraestrutura, Rubens Falcão, reforçou que as visitas fazem parte do convênio entre a Prefeitura e UFPB para estudo da recuperação da falésia do Cabo Branco. “Essas visitas de campo servem para definirmos a questão de instalação de aparelhos de medição na própria barreira. Estamos também reunindo esses estudos para que a gente avance no termo de referência para contratação da recuperação da falésia”, explicou.

Segundo o secretário de Planejamento, José William Montenegro, o objetivo das visitas das secretarias municipais e técnicos da UFPB e outras universidades, é encontrar uma solução definitiva de proteção da falésia do Cabo Branco. “Não é só a questão da água, da engorda de praia, da parte propriamente dita de mar, mas da falésia em si, a franja da falésia, porque se nós protegermos só a parte de baixo, nós vamos ainda deixar, se nenhuma providência for tomada, que o vento e a chuva continuem agindo e a barreira continue a ruir”, afirmou.

O professor Alexandre Gusmão, da Universidade de Pernambuco, destacou a importância da barreira para João Pessoa e o convênio da Prefeitura com a UFPB na busca de soluções viáveis para o problema da erosão. “A barreira e um patrimônio da cidade de João Pessoa, do Nordeste de um modo geral, e esse processo de desestabilização é bastante antigo, ou seja, a barreira, com o passar dos anos, tem sofrido um processo de erosão. Então a Prefeitura e UFPB estão buscando soluções que atendam os critérios ambientais e de uso pela população e que tenha um sistema construtivo que seja viável”, reforçou.

Já o professor Antônio Farias Leal, da UFPB, falou sobre a participação da universidade na recuperação da barreira. “Nós vamos instalar equipamentos que vão monitorar os dados da barreira, como peso e inclinação, então toda a segurança da parte de engenharia será garantida por essa instrumentação. Vamos fazer também a modelagem dos aterros e a escolha dos materiais utilizados”, detalhou.

Participaram da visita técnica a Barreira do Cabo Branco os secretários de Planejamento, José William Montenegro, da Infraestrutura (Seinfra), Rubens Falcão, e do Meio Ambiente (Semam), Wellison Silveira, além de técnicos da UFPB, da UPE e o vereador Bruno Farias.

Fonte: Paraíba Notícia e Secom JP