Operação das Polícias Civil, Científica, Militar e da Cagepa flagra furto de água em condomínio na cidade de Patos

Operação das Polícias Civil, Científica, Militar e da Cagepa flagra furto de água em condomínio na cidade de Patos

Por
Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /www/wwwroot/paraibanoticia.net.br/wp-content/themes/paraibanoticia/single.php on line 54
- em
1 ano atrás 460

Uma ação conjunta da Polícias Civil, Científica, Militar e da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) flagrou um delito de furto de água em um grande condomínio, localizado no Centro da cidade de Patos. A operação foi realizada nessa segunda-feira (27), mas a irregularidade já estava sendo investigada há alguns dias. O caso foi acompanhado pela 1ª Delegacia Distrital de Patos e contou com a participação dos agentes da Polícia Civil e Científica.

O condomínio é composto por diversos apartamentos e salas comerciais, onde também funciona um restaurante. Todas as unidades eram abastecidas de forma clandestina por uma ligação direta da rede de abastecimento sem passar pelo hidrômetro, fato este comprovado pelos técnicos da Cagepa mediante fiscalização. Os envolvidos foram encaminhados à Delegacia Civil.

A ligação clandestina de água é considerada crime no Brasil. Essa prática de adulterar o sistema de fornecimento de água é enquadrada como atentado contra o patrimônio, segundo o artigo 155 do Código Penal Brasileiro. A pena é de reclusão, de 1 a 4 anos, e multa.

Cronograma de fiscalizações – Assim como essa, a Cagepa está realizando inspeções em vários outros pontos da cidade e região, com o objetivo de combater o crime contra o patrimônio público, que também interfere no abastecimento da cidade.

O gerente regional da Cagepa Espinharas, Jônatas Raulino, disse que as irregularidades detectadas no condomínio não se limitam a causar apenas perdas financeiras para o erário, mas também elevam perdas no sistema de abastecimento de água da cidade, lesando toda a população. “Quem se apropria de um bem assim, de forma fraudulenta, não tem a mínima preocupação em economizar. Geralmente, consomem muito mais e desperdiçam, pois têm a falsa certeza de impunidade e que não pagarão pelo crime cometido”, disse.

Quem quiser denunciar alguma irregularidade no consumo de água pode ligar para o teleatendimento 115; a ligação é gratuita e pode ser realizada de telefone celular. Também é possível fazer a denúncia pelos demais canais de atendimento: WhatsApp (83) 98198-4495, site (www.cagepa.pb.gov.br) e aplicativo Cagepa, disponível no Google Play e App Store. O denunciante não precisa se identificar.