Morre de câncer em São Paulo a cantora, compositora e multi-instrumentista, Rita Lee

Morre de câncer em São Paulo a cantora, compositora e multi-instrumentista, Rita Lee

Por Edmilson Pereira - em 10 meses atrás 523

Morreu de câncer de pulmão, na noite dessa segunda-feira (08), em casa, na cidade de São Paulo a  cantora, compositora, multi-instrumentista, atriz, escritora e ativista brasileira, Rita Lee, de 75 anos de idade. O velório ocorrerá nesta quarta-feira, 10, no Planetário do Parque Ibirapuera, e será aberto ao público das 10h às 17h.

“Comunicamos o falecimento de Rita Lee, em sua residência, em São Paulo, capital, na noite de ontem, cercada de todo amor de sua família, como sempre desejou”, informou a família nas redes sociais da cantora.

“De acordo com a vontade de Rita, o seu corpo será cremado. A cerimônia será particular. Nesse momento de profunda tristeza, a família agradece o carinho e o amor de todos”, concluiu o comunicado.

Em fevereiro deste ano, Rita Lee já tinha sido hospitalizada em estado “extremamente delicado”, porém, se recuperou e voltou para casa uma semana depois.

Em abril de 2022, a família anunciou que o câncer de Rita Lee estava em remissão e a roqueira estava curada. Desde então, o tumor não tinha apresentado sinais de retorno.

História

A cantora Rita Lee  alcançou a marca de 55 milhões de discos vendidos, sendo a quarta artista mais bem-sucedida neste sentido no Brasil, atrás de Tonico & Tinoco, Roberto Carlos e Nelson Gonçalves.

Ela construiu uma carreira que começou com o rock mas que ao longo dos anos flertou com diversos gêneros, como a psicodelia durante a era do tropicalismo, o pop rockdisconew wave, a MPB, bossa nova e eletrônica, criando um hibridismo pioneiro entre gêneros internacionais e nacionais.[8]

Rita é considerada uma das mulheres mais influentes do Brasil, sendo referência para aqueles que vieram a usar guitarra a partir de meados dos anos 1970.

Foto: Reprodução/Instagram