Elison Silva

por Elison Silva - 7 meses atrás

Da terra dos Dinossauros, como é bom ver o time do Sousa fazendo bonito na Copa do Nordeste

Sou filho de pai e mãe que são do Sertão. Meu primeiro jogo num estádio, lá em 1995, no Almeidão, em João Pessoa, foi com um time sertanejo em campo, Sousa x Flamengo, pela Copa do Brasil.

Nasci em João Pessoa, mas me considero com dupla “nacionalidade”, porque desde pequeno me danava num TransParaíba, que virou Guanabara, todas as férias pra ficar mais de mês solto no tabuleiro lá em Sousa, mas precisamente no Jardim Brasília e Bairro da Estação.

Esse ano, realizo um sonho de comentar jogos na transmissão oficial da Copa do Nordeste 2022. Dei o meu melhor e procuro evoluir sempre, ser respeitoso e abraçar todos os times.

Mas, dos quatro jogos que participei até agora, todos do Sousa,  no Marizão, no alto Sertão paraibano, no Vale dos Dinossauros, vi um time forte, valente e que não perdeu de ninguém.

Ver o Sertão em evidência pelo lado positivo, brilhando pra fora de seus limites geográficos e fugindo da pecha de ser apenas um povo guerreiro devido ao sofrimento histórico e constante me causa uma profunda e genuína felicidade. Melhor ainda é compartilhar esse sentimento ao lado de craques, com quem aprendi e aprendo demais. Que times!

    No tags created.