A origem, primeiro caso de Covid-19 teria sido em mercado de Wuhan, diz estudo

Por Edmilson Pereira - em 2 semanas atrás 53

O primeiro caso de Covid-19 identificado na cidade de Wuhan, na China, ocorreu dias depois do que se acreditava. Além disso, o verdadeiro paciente zero tem, na verdade, ligação com um mercado de animais, descobriu um estudo publicado na revista científica Science.

O primeiro caso da doença é o de uma vendedora que trabalhava no mercado de animais vivos de Wuhan – onde se vendiam animais selvagens e domésticos.

O virologista Michael Worobey, do Departamento de Ecologia e Biologia Evolutiva da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, criou uma linha do tempo dos primeiros casos conhecidos de covid-19 na cidade chinesa.

Para ele, esses dados são indício de que o coronavírus Sars-Cov-2 teria mesmo se originado de um animal. Desde o início da pandemia, especialistas debatem a origem do vírus, na ausência de evidências definitivas.

Uma crítica à teoria da origem animal dizia que, como as autoridades de saúde alertaram sobre casos de uma doença suspeita ligada ao mercado de animais já em 30 de dezembro de 2019, isso teria introduzido um viés que levou à identificação de mais casos no mercado do que em outros lugares, uma vez que a atenção já estava voltada para ele.

Para rebater esse argumento, Worobey analisou casos suspeitos de Covid-19 relatados por dois hospitais antes de o alerta sobre o mercado ser acionado. E esses casos também estavam em grande parte ligados diretamente ao mercado, e os que não estavam pelo menos se concentravam geograficamente em torno dele.

“Nesta cidade de 11 milhões de habitantes, metade dos primeiros casos está ligada a um lugar do tamanho de um campo de futebol”, afirmou o cientista ao jornal americano New York Times. “Fica muito difícil explicar esse padrão se o surto não tiver tido início no mercado.”

Fonte: Paraíba Notícia e o Estadão