UFPB suspende, por indeterminado, aulas presenciais para evitar contaminação do novo coronavírus

Por Edmilson Pereira - em 4 meses atrás 82

Universidade Federal da Paraíba (UFPB) decidiu suspender, por tempo indeterminado,  aulas presenciais a partir desta terça-feira (17), para evitar contaminação do novo coronavírus (covid-19) na Paraíba. A carga horária que falta para os estudantes de graduação concluírem o período letivo de 2019.2, previsto para ser finalizado em 1° de abril, será desenvolvida por meio de atividades online.

A decisão, respaldada pela Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus da UFPB, criada na última quinta-feira (12), é resultado de reunião emergencial do Conselho Técnico-Administrativo (CTA) da instituição, na tarde desta segunda-feira (16), na Secretaria dos Órgãos Deliberativos da Administração Superior (Sods), no prédio da Reitoria, no campus-sede, em João Pessoa.

A instituição também manteve veto a eventos acadêmicos e admissão de trabalho home office para técnicos-administrativos, conforme parecer deste domingo (15), após reunião emergencial com diretores dos Centros de Ensino de todos os campi da UFPB e com a Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus da instituição.

Essas medidas e suas especificações, elaboradas pela Administração Superior, Pró-reitorias e Centros de Ensino, serão reunidas e certificadas pela Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus da UFPB na manhã desta terça-feira (17) e encaminhadas para o Ministério da Educação, em Brasília. De acordo com a reitora da UFPB, professora Margareth Diniz, os residentes terão suporte para permanecer na universidade.

As deliberações consideram o status de pandemia da doença infecciosa, reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) na quarta-feira (11) passada; a situação de emergência decretada pelo Governo do Estado da Paraíba e pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, na última sexta-feira (13); e uma série de recomendações e instruções normativas dos Ministérios da Saúde, da Educação e da Economia brasileiros. A Paraíba ainda não tem caso confirmado, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado.

Fonte: Paraíba Notícia com Ascom – UFPB