Suspeito de torturar professor em Serra Branca é transferido para Cadeia Pública

Por Edmilson Pereira - em 3 meses atrás 90

Por determinação da justiça, policiais civis transferiram nesta terça-feira (17) para a Cadeia Pública de Serra Branca, no interior da Paraíba, o homem suspeito de torturar um professor após um vazamento de um vídeo.

O crime ocorreu em 17 de fevereiro deste ano, em Serra Branca, a 234 quilômetros de João Pessoa. A vítima, identificada como Luiz Carlos Rodrigues Alves, possui 42 anos e davas aulas de espanhol em escolas públicas da cidade.

O homem, apontado pelas investigações como sendo participante do crime, possui 21 anos e teve a prisão preventiva decretada. Ele foi localizado na manhã dessa segunda-feira (16) durante ação de equipes da Delegacia de Serra Branca e Delegacia Seccional de Monteiro.

O suspeito foi conduzido à delegacia e apresentado nesta terça-feira ao Poder Judiciário, que determinou seu recolhimento em unidade prisional.

Segundo a Polícia Civil, o preso é suspeito de ter participado da tortura do professor. O crime ocorreu após o vazamento de um vídeo com imagens íntimas da vítima.
Ainda de acordo com as investigações, o vazamento ocorreu no dia 17 de fevereiro deste ano, mesmo dia em que o educador foi atraído a um local afastado do Centro da cidade, onde foi torturado com requintes de extrema crueldade.

O professor foi socorrido por populares que passaram pelo local e levado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Fonte: Paraíba Noticia e Assessoria de Imprensa da Polícia Civil -PB