SEGURANÇA: Unimed JP é homenageada por contribuir com a criação do aplicativo SOS Cidadão

Por Edmilson Pereira - em 1 semana atrás 26

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) homenageou a Unimed João Pessoa e a Secretaria da Segurança e da Defesa Social da Paraíba por terem criado o aplicativo SOS Cidadão. A solenidade foi realizada sexta-feira (01) pela manhã no Edifício Coriolano Medeiros, prédio da Reitoria do IFPB, em Jaguaribe.

A homenagem foi um reconhecimento pelo aplicativo ter conquistado o primeiro lugar na Mostra Tecnológica do 2º Simpósio de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação. A ideia do projeto, que permite o acesso direto à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros através de telefones e tablets, surgiu de um aluno do curso de Sistemas para Internet do IFPB, Eder Pires, que é servidor da Polícia Militar.

“Essa parceria público-privada é inédita. As duas instituições – Secretaria de Segurança Pública e Unimed JP – têm missões parecidas: a de salvar vidas e preservá-las. É um casamento perfeito”, afirmou o reitor do IFPB, Nicácio Lopes.

Para o presidente do Conselho de Administração da Unimed João Pessoa, Demóstenes Paredes Cunha Lima, o reconhecimento é uma honra. “A Unimed JP é uma Cooperativa que tem entre os princípios o zelo e o cuidado pela comunidade. Para isso, temos uma área, o Núcleo de Desenvolvimento Humano, assessorada pelo médico Gláucio Nóbrega, que tem programas e projetos que buscam enxergar a comunidade com um olhar diferenciado, buscando o bem-estar social”, afirmou.

SALVAR VIDAS
Uma carta do reitor reconhecendo “a Unimed JP pelo importante incentivo para a criação do aplicativo para smartphone” foi recebida pelo presidente da Cooperativa. Nela, o coronel Arnaldo Sobrinho, coordenador do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), afirmou que a parceria com a Unimed JP foi fundamental para que o projeto saísse do papel.

“O aplicativo tem gerado benefícios para todos nós. Reduzimos a quantidade de trotes, conseguimos prender foragidos, assaltantes, fazer apreensão de drogas através de contatos feitos por meio aplicativo”, destacou.

O secretário de estado da segurança e da defesa social, Cláudio Coelho Lima, também agradeceu à Unimed João Pessoa por investir para que o projeto desse certo. “São através de boas ideias assim, com investimento muito pequeno, que podemos fazer a diferença para salvar vidas, com a ajuda de uma empresa que trabalha com vidas”, enfatizou.

COMO FUNCIONA
Através do SOS Cidadão, a polícia e os bombeiros podem saber quem está entrando em contato, o tipo de ocorrência e a localização, agilizando o processo de atendimento à solicitação, e, consequentemente, de combate à criminalidade. Qualquer pessoa pode utilizá-lo.

Ao baixar o aplicativo, gratuitamente, o cidadão passa a ter contato direto com polícia e bombeiros em situações de perigo. No primeiro acesso, são solicitadas informações pessoais, como e-mail, telefone, endereço. Todas essas informações precisam ser validadas. O aplicativo está disponível para os sistemas Android (Google Play) e iOS (Play Store).