Prefeito de João Pessoa assina carta de intenção para comprar vacinas contra Covid-19 após liberação pelo STF

Por Elison Silva - em 2 meses atrás 109

    Foto: Secom-JP

O prefeito Cícero Lucena (Progressistas) assinou, nesta terça-feira (02),  no Centro de Atendimento Covid-19 que funciona na Escola Municipal Zumbi dos Palmares, em Mangabeira, um termo de intenção para que João Pessoa participe do Consórcio Público dos Municípios Brasileiros. O documento, que já conta com a adesão de 300 prefeituras,  coordenada pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e tem como objetivo requerer a permissão para que o Município possa adquirir vacinas que combatem à Covid-19.

Durante entrevista coletiva,  o prefeito Cícero disse que essa é a primeira etapa para entrada no consórcio e que a adesão vai acontecer na próxima semana, quando será definido, junto ao Governo do Estado, o investimento da prefeitura e a quantidade de vacinas que poderá ser adquirida.

O prefeito lembrou ainda que a aquisição das vacinas precisa de homologação do Ministério da Saúde e que a divisão das doses – pelos estados e prefeituras – será feita de forma proporcional, de acordo com a respectiva população. “Esse é o esforço que todos nós estamos fazendo, por termos a certeza de que a forma melhor de combater a pandemia é através da vacina, o distanciamento social, o uso de máscara e a higienização”, afirmou Cícero Lucena.

O secretário da Saúde, Fábio Rocha, destacou que a aquisição de mais vacinas por meio do Consórcio representa um plano B para que a Campanha de Vacinação possa acelerar o número de pessoas imunizadas. “Essa ação da Prefeitura é extremamente importante, porque a vacinação é a maior ferramenta para combater a pandemia. Não esquecendo que, mesmo que a gente avance nesse objetivo, não podemos relaxar com as medidas de segurança, como o distanciamento social, proteção de máscara e higienização”, enfatizou.

Centros Covid- Cícero Lucena aproveitou a oportunidade para conhecer de perto o funcionamento do Centro de Atendimento Covid-19 de Mangabeira, que a prefeitura inaugurou na segunda-feira (1º) para atender pacientes com suspeita da doença, reforçando o serviço ofertado na rede de saúde. O outro Centro funciona em Manaíra, também em uma escola municipal. Nos locais, pode ser atendido qualquer morador que esteja com febre, tosse e dificuldade para respirar. Nos centros também é realizado o teste Swab ou o rápido.

De acordo com Rayana Coelho, diretora de Atenção à Saúde de João Pessoa, já foram realizados 1.043 atendimentos, sendo 618 em Mangabeira e 425 em Manaíra, até a tarde desta terça-feira.

Participaram da cerimônia de assinatura do termo de intenção de participação no Consórcio Público dos Municípios Brasileiros o presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Dinho, os secretários Fábio Rocha (Saúde), Diego Tavares (Gestão Governamental), Marcos Vinícius (Comunicação).

O que precisa para aderir ao consórcio público?

1º/03: Disponibilização de formulário para manifestação de interesse no site da FNP (www.fnp.org.br)

Até 05/03 (12h): Prazo para manifestação de interesse em formulário específico

05/03 (16h): Disponibilização do protocolo de intenções e de minuta de projeto de Lei, com justificativa, no site www.fnp.org.br

Até 19/03: Prazo para os municípios interessados enviarem respectiva Lei municipal aprovada para o e-mail consorcio.vacina@fnp.org.br

22/03 (15h): Assembleia de instalação do consórcio

Fonte: Paraíba Notícia com Secom- JPA