Assassinato de mulher grávida em praia de João Pessoa foi motivada por um seguro de R$ 400 mil

Por Edmilson Pereira - em 4 semanas atrás 653

A Polícia Civil da Paraíba, por intermédio da Delegacia de Homicídios da Capital, efetuou na tarde desta segunda-feira (17) a prisão de Vinícius Gabriel Ferreira Viana, 24 anos, no bairro de Manaíra, em João Pessoa.

A Polícia cumpriu um mandado de prisão preventiva, expedito pela 3ª Vara Criminal de João Pessoa, sob a acusação de Vinícius Gabriel ter sido o responsável pela morte da sua companheira,  Natália Donato de Lima, encontrada morta por afogamento no dia 06/08/2018 na praia do Bessa, na Capital paraibana.

O suspeito foi levado para a Central da Polícia Civil, no bairro de Geisel , e nesta terça-feira (18), passará por audiência de custódia, quando a Justiça decidirá se o mesmo continuará preso ou responderá em liberdade.

Um seguro de vida de cerca de R$ 400 mil pode ter sido o motivo do assassinato de uma mulher que foi encontrada morta na Praia do Bessa, em João Pessoa. A suspeita é do delegado Reinaldo César que investiga o caso, uma vez que o acusado era o único beneficiário.

Vinícius Gabriel tentou no mesmo dia da morte de Natália sacar o dinheiro junto a seguradora.

O Fato

O corpo de uma mulher grávida foi encontrado na manhã, da segunda-feira (6) de agosto, no mar da praia do Bessa, em João Pessoa.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma equipe foi acionada por volta das 3h, após a mulher se afogar e desaparecer na praia de Manaíra.

O marido dela, Vinícius Gabriel Ferreira, contou à polícia que a correnteza do mar estava muito forte e ainda tentou tirá-la da água, mas não conseguiu.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e desde então estava realizando buscas no local para encontrar a mulher.

O rapaz afirmou que os dois moravam no Rio de Janeiro e haviam se mudado para a Paraíba no mês de abril.