Plenário do Senado pauta para o dia 22 votação do segundo turno da Previdência

Por Elison Silva - em 1 semana atrás 151

Com atraso, a reforma da Previdência passará pelo segundo e último turno de votação no plenário do Senado em 22 deste mês de  outubro. O calendário inicial do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), previa a votação até 10, que seria nesta quinta-feira.

O senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), que substitui Davi Alcolumbre (DEM-AP) na presidência do Senado nesta terça-feira (8/10), confirmou a nova data. “Tudo acordado. Houve aquiescência geral dos líderes para essa votação”, disse. Alcolumbre está em repouso devido ao Dia do Perdão judaico.

Após a aprovação em primeiro turno, na última quarta-feira (4/10), os senadores ameaçaram não retomar o assunto até que o governo cumprisse alguns compromissos. Um deles era definir como seria feita a divisão dos recursos do megaleilão de petróleo, marcado para novembro, entre estados e municípios. Nesta terça, Senado e Câmara chegaram a um acordo sobre o assunto, o que destrava a pauta da Previdência.

A votação em 22 de outubro também foi confirmada pelo líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). O relator da proposta, Tasso Jereissati (PSDB-CE), tem a mesma expectativa, mas não se comprometeu com a data. “Tudo ocorrendo como deveria ocorrer, não tem nenhum empecilho. Mas nessa altura, Deus sabe”, comentou.

Jereissati também afirmou que fará o possível para que não haja mais mudanças no texto. Na votação em primeiro turno, os senadores diminuíram em R$ 76,4 bilhões a economia prevista com a proposta em 10 anos. Com isso, o potencial caiu para R$ 800,3 bilhões.