FISCALIZAÇÃO: A utilização de drones para a auditoria de obras públicas foi tema de minicurso no XVIII Sinaop

Por - em 2 semanas atrás 167

O primeiro dos cinco minicursos que serão realizados durante a realização do XVIII Simpósio Nacional de Auditoria de Obras Públicas – SINAOP – foi iniciado na tarde desta terça-feira (06). Com o tema “Drone: eficiência no controle de obras”, a oficina está sendo ministrada pelo auditor do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) e engenheiro civil, Júlio Uchoa Cavalcante Neto.

Além de ser uma ferramenta que economiza tempo de atuação em campo, a utilização de drones para a fiscalizarão de obras públicas permite a documentação de todas as  suas etapas. “O dono é equipado com GPS e faz o processamento dos dados me tempo real o que permite que todas as informações sejam obtidas sem que precisemos permanecer horas embaixo do sol quente. Isso sem falar que o custo-benefício dessa tecnologia é impressionante”, informou Júlio Uchoa.

Segundo ele, o Laser Scanner 3D permite a fiscalização de áreas internas e possui precisão em milímetros, porém a captação dos dados demora horas, exige alto grau de preparação do seu operador e custa aproximadamente R$ 350 mil. Já o Drone Asa Fixa – utilizado para fiscalizar grandes áreas externas – capta todos os dados em um voo de 30 minutos com precisão em centímetros, não exige preparação do seu operador e custa em média R$ 100 mil.

Uchoa mostrou aos participantes do minicurso alguns cases de fiscalização com a utilização de drones pelo TCE-PB, demonstrando como os dados são trabalhados em auditoria. O minicurso prevê, ainda, a demonstração prática de um curto voo curto nos arredores do Centro Cultural Ariano Suassuna.

Graduado em Engenharia Civil pela UFPB e em Ciências Contábeis pela UNTINS, com especializações em Gestão Pública e Geoprocessamento e mestrado profissional em Economia do Setor Público, Júlio Uchoa atua como assessor técnico em auditoria de obras públicas, contábil e financeira no TCE-PB.

Com o tema “Obras Públicas: Planejamento, Controle e Efetividade”, o XVIII SINAOP tem como objetivo o aprimoramento da técnica dos profissionais e o aperfeiçoamento dos procedimentos de auditoria e de execução e fiscalização de obras e serviços de engenharia.

Organizado pelo Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas (Ibraop)  e o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), o evento conta com o apoio da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), do Instituto Rui Barbosa (IRB), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-PB) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Paraíba (SEBRAE-PB).

Fonte: Assessoria de Comunicação