EXPLOSÃO: Ministério da Saúde do Líbano contabiliza mais de 50 mortos e 2.750 feridos

Por Edmilson Pereira - em 3 meses atrás 244

O Ministério da Saúde do Líbano já elevou o número de mortes para 50 pessoas em consequência de uma série de explosões ocorridas nesta terça-feira (04) numa zona portuária da capital, Beirute. Os feridos passam de 2.750.

As explosões feriram integrantes da Força de Paz da ONU no país. A cúpula militar convocou reunião de emergência. Ainda não há informações concretas sobre a causa.

Circulam nas redes sociais cenas de centenas de feridos sendo atendidos em hospital de Beirute, em consequência da série de explosões que devastou a zona portuária da capital libanesa.

Brasil, França e Iraque expressam solidariedade ao Líbano

O presidente do Líbano, general Michel Aoun, recebeu no começo desta noite (horário de Beirute) manifestações de solidariedade de vários países, depois da explosão na capital.

O presidente da França, Emmanuel Macron, telefonou para Aoun e garantiu apoio de seu governo ao Líbano. Macron manifestou solidariedade aos libaneses que perderam pessoas queridas na explosão e aos feridos, e destacou a determinação da França em fornecer assistência urgente.

O presidente do Iraque, Barham Salih, disse que seu país está ao lado de seu “fraternal Líbano e seu povo”. Salih informou a disposição do Iraque em dar apoio ao Líbano.

As informações são da NNA, agência oficial de notícias do governo libanês.

O Itamaraty também publicou agora há pouco nota de solidariedade ao Líbano.

“O governo brasileiro solidariza-se com o povo e o governo do Líbano pelas vítimas fatais e pelos feridos atingidos pelas graves explosões que tiveram lugar hoje no porto de Beirute”, diz o texto.