DEU TIMBU: Botafogo perde para o Náutico e reduz chance de vaga no G4 para a fase de mata-mata

Por - em 4 semanas atrás 586

Foto: Botafogo-PB

Complicou e complicou muito para o Botafogo-PB as chances de classificação, entre os quatro times primeiros colocados do Grupo A da série C, e assim garantir passagem para a próxima fase da competição, para num mata-mata, almejar passagem para a série B em 202o. Derrotado, neste sábado (17), por 1 x 0 para o clube do Náutico, o “Belo” deixa de depender só dele e ficar a espera de combinações de resultados com outros times, que também disputam vaga no G4.

Dos males, o menor, o Botafogo já tem vaga assegurada na série C no próximo ano, uma vez que nem Globo, Treze e ABC, que brigam desesperadamente para não serem rebaixados, mesmo vencendo os seus próximos compromissos somaram mais pontos do que o representante da Capital paraibana, com 24 pontos.

Com bom público no estádio Almeidão, em João Pessoa, o Botafogo-PB recebeu o Náutico pela décima sétima rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Voltando a jogar mal, o Belo sofreu o gol da derrota por 1 a 0 em um vacilo da defesa. O resultado é péssimo para as ambições do clube da estrela vermelha por uma vaga na próxima fase.

Logo no primeiro minuto, o primeiro susto para o torcedor botafoguense. Matheus Carvalho achou Álvaro na esquerda, que avançou, cortou para o meio e tocou para Rafael Oliveira. O camisa 9 do Timbu girou em cima de Fred e bateu de direita, mas a bola subiu demais.

Aos 5, uma oportunidade clara de gol. Thiago avançou em velocidade pela direita, costurou para o meio e tocou para o meio. Serginho não conseguiu cortar e Álvaro ficou cara a cara com Saulo. O atacante tocou de pé direito, mas o arqueiro do Belo fechou o ângulo, a bola explodiu no seu corpo, e o placar seguiu zerado.

Depois do susto inicial, o Botafogo-PB até equilibrou as ações e ocupava mais o campo de ataque, mas sem criar chances claras de gol. Juninho e Clayton participavam bem das jogadas, enquanto Marcos Aurélio destoava, errando bastante.

Mas quem voltou a atacar com perigo foi o Náutico. Aos 21, Matheus Carvalho passou como quis por Fábio Alves pela direita e cruzou na cabeça de Álvaro, que testou para o chão de dentro da pequena área, mas Saulo se agigantou, fez uma defesa espetacular e salvou o Belo mais uma vez.

Apenas aos 35 minutos o time da Maravilha do Contorno chegou a assustar o goleiro Jefferson. Depois de boa trama no meio campo, Clayton recebeu na intermediária e soltou a bomba. A bola passou raspando o travessão e levantou a torcida botafoguense.

Segundo tempo

Depois de uma primeira etapa muito abaixo da crítica, Marcos Aurélio foi substituído no intervalo. Em seu lugar, Evaristo Piza colocou Elvinho para atuar centralizado no meio campo.

Empurrado pela torcida, o Belo tinha dificuldades para criar e foi preciso de uma bola parada para agitar ainda mais a arquibancada. Aos 11, Neilson cobrou falta da meia esquerda e Jefferson foi buscar no seu canto direito, mandando a redonda para escanteio.

Mas, jogando melhor, o Náutico abriu o placar. Aos 19, Hereda cobrou lateral da direita e Álvaro, livre e desimpedido na pequena área, aproveitou o cochilo da defesa para cabecear e marcar para o Timbu.

O empate quase saiu em dois lances aos 34. Neilson recebeu na área pela direita, tentou cruzar, mas a bola tomou a direção do gol e Jefferson espalmou para evitar o gol. Na sequência, Clayton recebeu na intermediária e chutou firme de direita, mas o arqueiro alvirrubro fez mais uma boa defesa para manter o resultado para os pernambucanos.

Clayton chamava a responsabilidade e criou sozinho uma grande chance aos 38, quando passou por três defensores e, da entrada da área, bateu colocado de direita, mas a bola subiu demais.

Dois minutos mais tarde, Clayton enfiou uma bola perfeita para Nando, que entrou na área pela esquerda e tocou para o meio, mas Felipe Alves chegou um pouco atrasado e não conseguiu finalizar.

Com a quinta derrota na Série C, o Botafogo-PB segue com 24 pontos e ainda pode ser ultrapassado por Ferroviário e Santa Cruz na rodada.

Para seguir com chances de classificação, o Belo, antes de encarar o Treze no próximo sábado (24), torce por tropeços de Confiança, justamente contra o Galo, por um empate no duelo entre Ferroviário e Imperatriz, e derrota do Santa para o Globo-RN.

O Náutico chegou aos 30 pontos pontos e assegurou a vaga no mata-mata. Na próxima rodada o Timbu recebe o Santa Cruz.

Ficha técnica

Botafogo-PB 0 x 1 Náutico

Campeonato Brasileiro da Série C de 2019 (Grupo A – 17ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Tiago Duarte Peixoto (SP); Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP). Quarto árbitro: Tiago Ramos (PB)

Cartões amarelos: Fábio Alves (B); Camutanga, Rafael Oliveira, Matheus Carvalho (N)
Gols: Álvaro (N)

Cartão Vermelho: Fábio Alves (Botafogo)

Botafogo-PB: Saulo, Neilson, Donato, Fred (Willian Goiano), Fábio Alves; Serginho (Nando), Juninho, Clayton, Marcos Aurélio (Elvinho); Kelvin e Felipe Alves. Técnico: Evaristo Piza.

Náutico: Jefferson, Hereda, Diego, Camutanga, Erick Daltro; Josa, Jhonnatann (Fernando Lombardi), Matheus Carvalho (Wagninho); Álvaro, Thiago, Rafael Oliveira (Wallace Pernambucano). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.