Deputado Nabor demonstra preocupação e pede a colaboração da população e as autoridades públicas na prevenção e combate ao Coronavírus

Por Edmilson Pereira - em 2 meses atrás 103

O deputado estadual Nabor Wanderley participou, por telefone, na tarde de sexta-feira (20), do programa “Cidade em Debate”, da Rádio Itatiunga FM 102,9, em Patos, quando ressaltou sua preocupação com a situação da saúde do país e destacou a importância da colaboração da população no combate à pandemia do Coronavírus.

“É uma situação muito preocupante, pois essa pandemia tem um processo de propagação muito rápida. A gente vê o que está acontecendo em outros países, em outras cidades e já chegando a Patos então é preciso que cada um de nós colabore, tenha a consciência de que temos que ficar em casa, nos isolarmos, evitar ao máximo sair pra outros lugares, só sair quando for extremamente necessário. O grupo de risco que são essas com problemas de diabetes, idosos, gestantes, pessoas que já possuem algum tipo de doença , precisam de um cuidado e uma atenção especial”, destacou Nabor.

Nabor comentou também que o Governo do Estado vem fazendo a sua parte e reforçou a importância da conscientização das pessoas.

“O governador do Estado, João Azevedo, está tomando as medidas necessárias, já determinou força policial para evitar que as pessoas fiquem nas ruas. Nós temos que ter a consciência que não dá pra ficar em fila de banco, de loterias, tomando banho na barragem da Farinha, em açudes, em uma mesa de bar , agora é momento da gente se preservar, se isolar e ficar em casa com a família”.

De acordo o deputado já foi solicitado ao presidente da Cagepa para que suspenda o racionamento de água e assim evitar com que as pessoas saiam de casa.

“Ontem falei com o presidente da Cagepa, Marcos Vinicius, para que ele determine o fim do racionamento de água aqui em Patos e nas cidades aonde seus açudes já sangraram porque o Governo manda pra casa então a população precisa ter água na torneira para fazer as suas tarefas e necessidades, já que é preciso se higienizar a todo momento. Já temos bastante água, Barragem da Farinha sangrando, Jatobá e Coremas já perto de sangrar. É necessário também que as pessoas que estão com suas águas cortadas a Cagepa faça um trabalho de religamento para que não fiquem prejudicadas nesse período. A gente vê as escolas fechando, as universidades, shopping, igrejas, repartições públicas . Então não é férias, é um pandemia e a gente precisa ficar em casa”, comentou.

Nabor Wanderley  lembrou ainda que os governos e à prefeitura tem que contribuir ainda mais para amenizar essa situação.

“A gente sabe que tem gente que não tem o que comer, estão nas ruas pedindo, trabalhando, catadores de latas e várias outras pessoas que vivem dessas rendas,não tem bolsa família. Então manda uma pessoa dessa pra casa mas elas não tem o que comer, então é necessário que as prefeituras e o governo comprem cestas básicas para distribuir com essas pessoas. Outra preocupação é que nos hospitais não tem os kits de teste para saber se as pessoas estão com o vírus ou não, e o essas pessoas são atendidas, enviadas pra casa e não tem estrutura em casa pra ficar isolado, moram em um simples cômodo, com várias pessoas, sem condições de isolamento. Então são pontos importantes que precisam ser vistos e as autoridades precisam tomar providências porque tem família que não tem como ficar em casa sem ter água, sem ter comida, sem ter condições de manter uma família, para que assim não tenhamos picos de casos de coronavírus em nossa cidade e sem as unidades hospitalares terem estrutura para atender muitas pessoas”, enfatizou.

Outra preocupação demonstrada pelo deputado foi com relação aos profissionais de saúde.

“Esses profissionais precisam estarem preparadas, protegidas para atender as pessoas que estão com os sintomas ou até mesmo com o coronavírus. É preciso que os órgãos disponibilizem esses equipamentos de segurança para os profissionais se protegeram e não colocarem suas vidas em risco. É necessário que a gente tenha cuidado, se isole, faça sua prevenção para que assim esse vírus se espalhe o menos possível e a gente tenha estrutura nos hospitais para curar essas pessoas e eliminar esse vírus”,disse.

Por fim, Nabor ressaltou o papel importante da imprensa.

“A imprensa tem um papel fundamental, fazendo um trabalho de conscientização muito grande. Temos que fazer essa corrente responsável de informar a todas para que menos pessoas possam se infectar”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa