CORRIDA: Vettel supera Raikkonen por apenas 0s051 e conquista a pole position na China

Por Elison Silva - em 8 meses atrás 116

A Ferrari continuou seu domínio neste princípio de temporada na Fórmula 1 e Sebastian conquistou a pole position para o Grande Prêmio da China com Kimi Raikkonen em segundo, a exemplo do que havia acontecido há uma semana, no Barein. Na última tentativa no Q3, o alemão marcou 1m31s095, novo recorde da pista de Xangai, superando Raikkonen em apenas 0s051. O finlandês esteve perto de quebrar o jejum de poles que vem desde a corrida de Mônaco em 2017, e tinha o primeiro lugar até o último minuto, mas acabou superado já com o cronômetro zerado no Q3.

Depois de marcar a pole position, Vettel soltou o já tradicional “Mamma mia” pelo rádio e ainda mandou um abraço ao mecânico Francesco Cigarini, que sofreu fratura na tíbia e fíbula da perna esquerda após ser atropelado por Raikkonen durante a corrida no Barein.

A segunda fila terá os dois carros da Mercedes, que até chegou a assustar a Ferrari ao fazer dobradinha no Q2, mas vai largar mesmo em terceiro com Valtteri Bottas e quarto com Lewis Hamilton. A equipe alemã, que nunca esteve tão pressionada desde que passou a dominar a F1, em 2014, jamais havia ficado duas corridas consecutivas sem fazer a pole position na “Era híbrida”.

O “melhor do resto” foi Max Verstappen, em quinto, com o companheiro de RBR Daniel Ricciardo superando o problema de motor no terceiro treino livre e conquistando a sexta posição. Completam as dez primeiras posições do grid de largada Nico Hulkenberg (Renault), que obteve o sétimo lugar no grid pela sétima corrida consecutiva, Sergio Perez (Force India), Carlos Sainz (Renault) e Romain Grosjean (Haas).