CORRIDA ELEITORAL: Preso, ex-presidente Lula perde votos; sem ele, Marina sobe e alcança Bolsonaro

Por Edmilson Pereira - em 6 dias atrás 99

A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) diminuiu o apoio do eleitorado ao petista e aumentou a desconfiança sobre a viabilidade de sua candidatura, mostra pesquisa do Datafolha. Levantamento encerrado na última sexta-feira (13) aponta Lula com 31% das intenções de voto no cenário em que ele tem o melhor desempenho. No fim de janeiro, ele alcançava até 37%.

O ex-presidente Lula se encontra preso numa cela na sede da Polícia Federal, em Curitiba (PR) desde o sábado (07), condenado pela Justiça Federal a 12 anos e 1 mês de prisão, em regime fechado, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.


0 Datafolha simulou nove cenários da disputa presidencial. Sem o petista, Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede) dividem a liderança. Ele tem 17%, e ela oscila de 15% a 16%.


0 ex-ministro Ciro Gomes (PDT) registra 9%, empatado com o ex-governador de SP Geraldo Alckmin (PSDB), com até 8%, e Joaquim Barbosa (PSB), ex-presidente do STF, que tem de 9% a 10%. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Cotados para substituir Lula, Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo, e Jaques Wagner, ex-governador da Bahia, têm até 2%. Entre os que declaram voto em Lula, 66% dizem que apoiariam nome indicado por ele. Segundo o Datafolha, na ausência do petista, os maiores beneficiados seriam Marina e Ciro.