COPA DO NORDESTE: Botafogo-PB consegue a 1ª vitória na competição ao derrotar o Náutico, no Almeidão

Por Elison Silva - em 6 meses atrás 288

Botafogo-PB e Náutico conseguiu, neste sábado (08)  a primeira na Copa do Nordeste de 2020, ao vencer o time Timbú pelo placar de 2 x 1, gols marcados pelo zagueiro Luis Gustavo, de cabeça, e o meia Rodrigo Andrade, de pênalti, descontando, Jean Carlos, para o representante pernambucano. A partida foi realizada no estádio Almeidão, em João Pessoa, válida pela terceira rodada da competição. O Botafogo havia empatado, a primeira partida contra o América de Natal, em 0 x o , e contra o Confiança (SE), em 1 x 1.  Foi jogo bastante agitado e com duas expulsões no time pernambucano, o Belo contou com um gol anulado no fim do segundo tempo para segurar a vitória por 2 a 1, na estreia de Léo Moura com a camisa botafoguense.

Evaristo Piza, muito pressionado durante a semana por parte da torcida, decidiu arriscar na escalação inicial. Apesar de manter Juninho, bastante contestado, no meio-campo, o treinador, além da estreia de Léo Moura, colocou como titular o atacante Pimentinha, na vaga de Cássio Gabriel, retornando seu esquema clássico com três atacantes.

Nos primeiros minutos, a partida foi muito brigada e disputada no meio-campo. O Náutico buscava sair em velocidade pelos lados, e chegou com perigo aos 3 minutos, quando Erick fez boa jogada pela direita e cruzou para o meio. A bola passou por toda pequena área, mas ninguém empurrou para as redes, e Léo Moura saiu jogando.

A primeira chegada de mais perigo da partida veio aos 19 minutos, quando Pimentinha fez jogada pela direita e a bola sobrou na entrada da área, do lado esquerdo, para Kelvin, que bateu de direita no canto esquerdo de Jefferson, que fez ótima defesa mandando pela linha de fundo.

Na cobrança de escanteio, aos 20, Rodrigo Andrade mandou na área e Luís Gustavo subiu no terceiro andar para mandar firme, de testa, e estufar a rede alvirrubra para fazer a festa botafoguense na arquibancada. 1 a 0.

O Timbu tentou a reação dois minutos depois. Jean Carlos cobrou escanteio na área e Diego cabeceou firme. Samuel Pires triscou na bola, que foi por cima da meta.

A partida ficou corrida e o Belo quase chega ao segundo. Após passe de Rogério, Mário recebeu na meia esquerda, penteou a bola para passar por Diego e bateu de bico, de pé esquerdo, mas a bola foi passou sobre o travessão.

Com o forte calor, somado ao pouco tempo de temporada das equipes, o ritmo caiu e novas chances não foram criadas até o intervalo, mas o Náutico tomou dois cartões amarelos, com Lucas e Diego.

Segundo tempo

Logo aos 6 minutos o Belo mostrou que veio para matar o jogo. Pimentinha entortou Diego e tocou para Lohan, que foi desarmado na hora do chute. No rebote, o camisa 9 foi calçado por Ronaldo Alves e o árbitro Denis da Silva Ribeiro marcou pênalti.

Na cobrança, aos 8, Rodrigo Andrade esbanjou categoria, esperando Jefferson cair do lado esquerdo e só rolar a bola, que entrou mansamente no canto direito, e anotou o segundo tento botafoguense.

Foto: Edônio Alves/ Photosports/ Voz da Torcida

A resposta pernambucana foi imediata. Um minuto depois, Jean Carlos recebeu na intermediária e chutou forte no canto esquerdo, sem chances para Samuel Pires, e diminuiu o placar.

Aos 11, a coisa se complicou para o Timbu. Diego fez falta dura em Lohan no meio-campo, recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Com um a mais em campo, o time paraibano ainda assim foi encurralado pelo Timbu em alguns momentos, como próximo aos 30 minutos, quando cobrou quatro laterais seguidos dentro da área em sequência, todos pela esquerda, com Willian Simões, e a zaga tinha dificuldade para afastar.

Aos 31, Simões cruzou da esquerda com a bola rolando, a bola passou por todo mundo e chegou em Jefferson Nem, que bateu de primeira. A pelota atravessou toda pequena área e assustou a torcida na arquibancada.

O Náutico ainda teve o lateral-direito Bryan expulso por falta em Kelvin que lhe rendeu o segundo amarelo.

Ainda assim, com dois a menos, o alvirrubro ficava inteiro no campo de ataque e o Belo se defendia de qualquer maneira, fazendo faltas bobas na entrada da área. O Náutico chegou a ter um gol anulado aos 48, quando a auxiliar Fernanda Felix marcou falta de ataque no goleiro Samuel Pires.

Com a primeira vitória na Copa do Nordeste, o Botafogo-PB chega a 5 pontos e fica na terceira posição do Grupo A. O Belo volta a campo na quarta-feira (12), pela Copa do Brasil, contra o Atlético-BA. No dia 16, em Maceió, o time paraibano enfrenta o CSA-AL, pelo torneio regional.

O Náutico segue com 4 pontos, na liderança do Grupo B. Seu próximo compromisso no Nordestão será no sábado (15), no clássico pernambucano contra o Sport.

Ficha técnica

Botafogo-PB 2 x 1 Náutico

Copa do Nordeste 2020
3ª rodada – primeira fase
Estádio Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Denis da Silva Ribeiro; Maxwell Rocha da Silva e Fernanda Felix da Silva. Todos de Alagoas.

Cartões amarelos: Mário, Fred (B); Lucas, Diego, Dumas, Bryan, Rhaldney, Salatiel, Jean Carlos (N)
Cartões vermelhos: Diego, Bryan (N)

Botafogo-PB: Samuel Pires, Léo Moura, Fred, Luís Gustavo (Marcelo Xavier), Mário; Rogério, Juninho (Marcos Vinicius), Rodrigo Andrade; Kelvin, Pimentinha e Lohan (Mário Sérgio). Técnico: Evaristo Piza.

Náutico: Jefferson, Bryan, Ronaldo Alves, Diego, Willian Simões; Luanderson, Rhaldney, Jean Carlos; Erick (Dumas), Lucas (Jefferson Nem) e Paiva (Salatiel). Técnico: Gilmar dal Pozzo.

Fonte: vozdatorcida.com