Botafogo derrota o Atlético e segue 100% nas três primeiras rodadas do Paraibano

Por - em 3 meses atrás 549

Botafogo-PB e Atlético de Cajazeiras, líderes dos Grupos A e B, respectivamente, do Campeonato Paraibano, se enfrentaram na abertura da terceira rodada do estadual na noite desta quarta-feira (23), no estádio Almeidão, em João Pessoa. Com um tempo de cada time, melhor para o Belo, que jogou a segunda etapa inteira com um homem a menos, e venceu por 2 a 1.

Evaristo Piza, técnico botafoguense, teve o desfalque de última hora do lateral esquerdo Fábio Alves, que sentiu uma lesão e foi substituído por Charles.

O Botafogo-PB chegou com perigo pela primeira vez aos 15 minutos, quando a zaga atleticana afastou e Dico interceptou a bola na direita do ataque, rolando para Nando. A zaga desviou e a bola sobrou para Marcos Vinicius, que bateu de primeira e mandou por cima do gol.

Mas na sequência, a rede balançou. Clayton lançou Roniery na direita, ele tocou para Nando, que fez o pivô no meio da área e só escorou para Clayton, que bateu de pé direito cruzado, no canto direito do goleiro Fernando Henrique, abrindo o placar no Almeidão.

Quando o Atlético de Cajazeiras tentava pressionar, veio o castigo. Aos 36, Lula lançou da zaga para Clayton, que foi até a linha de fundo pelo lado direito e mandou para a área. A defesa tentou afastar mas a bola bateu em Dico e cruzou a linha do gol, para a festa da torcida botafoguense.

Tentando reagir, o Trovão saia para o ataque, mas dava espaço para o Belo. Aos 39, Dico tocou para Clayton, que deu um lindo drible de corpo e invadiu a área sozinho, mas quando chutou, Fernando Henrique saiu muito bem, e evitou o terceiro gol dos donos da casa.

Antes do intervalo, Willian Goiano afastou a bola e levantou demais o pé, que bateu no peito em Ferreira. O árbitro Marcelo Aparecido levou cartão vermelho direto.

Segundo tempo

Com um homem a mais, o Atlético de Cajazeiras veio para o ataque e logo aos 5 minutos chegou a balançar as redes, mas o gol não valeu. Marcinho cruzou da direita e Soares, de peixinho, desviou para o canto direito de Saulo, mas o auxiliar Herioberto Henrique assinalou impedimento.

Três minutos mais tarde, Romerito recebeu na intermediária e chtuou. Mas o goleiro botafoguense segurou a bola que foi em direção ao meio do gol.

Aos 9, a pressão deu resultado. A defesa do Belo afastou mal, Marcinho encontrou Yerien na esquerda. O nigeriano cruzou para a pequena área, onde Mendes escorou de pé direito e diminuiu o marcador.

E só os visitantes jogavam bola. Aos 16, após boa trama do ataque atleticano, Yerien mais uma vez recebeu na esquerda e encontrou Marcinho no meio da área. O camisa 10 deu um drible de corpo em Donato e chutou de direita. A bola passou raspando o travessão de Saulo.

O Belo só acertou um contra-ataque aos 25 minutos. Dico arrancou em velocidade pela esquerda, cortou para o meio e bateu para o gol. A bola desviou na zaga e passou com perigo, a direita da meta de Fernando Henrique, saindo em escanteio.

Perto do apito final, aos 48, Charles tocou para Dico na esquerda. O camisa 11 driblou Felipe e bateu cruzado de pé esquerdo. A bola passou muito perto, a esquerda do gol de Fernando Henrique.

Com a vitória, o Belo segue disparado na liderança do Grupo A, agora com 9 pontos, seis a mais que Treze, Nacional de Patos e Serrano. Pelo Paraibano, o Botafogo-PB volta a campo na quarta-feira (30), quando vai fazer o Clássico Emoção com o Campinense, em Campina Grande. Antes, no domingo (27), o time visita o Salgueiro, no interior pernambucano, pela segunda rodada da Copa do Nordeste.

Já o Atlético de Cajazeiras, que continua na liderança do Grupo B, com 6 pontos, dois a mais que o Campinense, só joga no dia 3 de fevereiro, quando receberá a Perilima, no Perpetão.

Ficha técnica

Botafogo-PB 2 x 1 Atlético de Cajazeiras

Campeonato Paraibano de 2019 (3ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Marcelo Aparecido (SP); Luiz Diogo (PB) e Herioberto Henrique (PB)

Cartões amarelos: Marcos Aurélio, Lula, Nando, Fagner, Dico (B); Soares, Felipe, Renan, Ferreira (A)
Cartão vermelho: Willian Goiano (B)

Gols: Clayton, Dico (B); Mendes (A)

Botafogo-PB: Saulo, Roniery, Willian Goiano, Lula, Charles; Rogério, Marcos Vinicius, Marcos Aurélio (Fagner), Clayton (Donato); Dico e Nando (Adalgiso Pitbull). Técnico: Evaristo Piza.

Atlético de Cajazeiras: Fernando Henrique, Felipe, Renan, Egon, Geytallo (Yerien); Ferreira (Tchê Tchê), Romerito, Mendes, Marcinho; Soares e Samuel (Luiz Gustavo). Técnico: Ederson Araújo.

Fonte: Élison Silva