ALPB aprova projeto indicativo de doutora Paula que propõe criação do Cartão Alimentação para donas de casa

Por - em 2 meses atrás 67

Projeto de indicação de autoria da deputada doutora Paula (Progressista) sugere ao Governo do Estado a implantação do ‘Programa de Auxílio Emergencial’ dirigido, exclusivamente, às mulheres donas de casa, criando assim o denominado Cartão Alimentação. A matéria foi aprovada nesta terça-feira (04), na Assembleia Legislativa, em sessão remota.

A parlamentar informa, na justificativa, que são notórias e inúmeras as consequências dos efeitos gerados pela pandemia da Covid-19, provocado pelo Coronavírus. Ela ressalta que há um sem fim de problemas, muitos de difícil solução ou sem alternativa alguma para minimizar ou resolver as dificuldades.

De acordo com a deputada, a pandemia acarretou “problemas econômicos e financeiros com o desemprego; na educação, com a paralisação das atividades educativas presenciais e a deficiência das aulas remotas; na estrutura sanitária, o caos nas cidades;  e no efeito do descontrole emocional e psicológico das pessoas ante o estado de isolamento social demorado, atingindo o núcleo de incontáveis famílias paraibanas e brasileiras.

“Ante as intermináveis queixas recebidas sobre todos os aspectos, relatadas por parte de mães donas de casa, que vivem o drama do desemprego dos maridos ou dos filhos, do sustento da casa, estamos propondo ao senhor João Azevedo, governador do Estado, que seja implantando o Cartão Alimentação, com a criação do Programa de Auxílio às mulheres donas de casa.”, declara a parlamentar.

A deputada ainda que, uma vez cadastrada e provada a sua situação de vulnerabilidade social e econômica, cada mulher possa, através do referido cartão, a fazer compras em comércios, previamente cadastrados, fornecedores de gêneros alimentícios do Estado da Paraíba.

No requerimento, a deputada apela para que o referido programa vigore por três messes, após iniciado o período pós-pandemia e com valor monetário relativo à Cesta Básica oficial.

“Pelo exposto no expediente, apelo ao Governador no sentido de avaliar de forma positiva e concreta a proposta em pauta, de maneira que possa minimizar, com sua ação administrativa, a situação crítica em que se encontram famílias paraibanas.”, finaliza.